sexta-feira, 16 de abril de 2010

Estava e eu ainda não saí de uma grande tempestade
até literalmente
Sei que foi eu mesma quem se meteu nesta enxurrada toda
por isso, tanto tempo sem escrever
Sei, também, que não tenho leitores fiéis,
nem leitores tenho
Mas a escrita é quase um dever para mim,
como Adélia Prado digo: Ao escolher palavras... Já respiro melhor".

Estou de volta :)

Obrigada pelas sinceras críticas que ouvi, tentarei ser mais objetiva, Thiago e Jonathan (colegas de Teologia) e escrever menos para mim, como num diário, e mais para os outros.

2 comentários:

EdLu disse...

Só para dizer, estive aqui e como sempre, me admirando mais...

Lulu

Cristianismo Livre disse...

escreva sempre pra vc, mas explique o que acontece com vc...sou péssimo em interpretar as fisionomias das letras e entender o que se passa. Lembre-se nem todos somos literatos como vc, alguns são meros curiosos e incompetentes na arte de escrever e interpretar o que se passa na alma por intermédio dos dizeres...

continue, por você, e nunca pelos outros...